resgate sua experiência

Sustentabilidade emocional: o que é e como promovê-la no ambiente de trabalho

sustentabilidade emocional

A sustentabilidade emocional faz parte da discussão sobre saúde mental, e esse termo já aparece com frequência dentro dos debates voltados para o ambiente de trabalho (e como já falamos bastante aqui em nosso blog). Com a crescente valorização do bem-estar emocional, a tendência é estar cada vez mais em evidência

Segundo a International Stress Management Association no Brasil (Isma-BR), entidade que estuda saúde mental e estresse, cerca de 33 milhões de brasileiros já sofreram de burnout, a Síndrome do Esgotamento. 

Em 2019 os brasileiros foram considerados os mais ansiosos do mundo segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), que calculou que 18,6 milhões de pessoas sofriam de ansiedade, o que corresponde a cerca de 9% da população do Brasil naquele ano. 

Não é novidade que manter uma boa saúde mental impacta diretamente na produtividade e no bem-estar no trabalho, por isso, deve fazer parte da estratégia corporativa.

Aí entra a Sustentabilidade Emocional, termo que se refere a algo semelhante à inteligência emocional, já que fala sobre entender os sentimentos e saber como agir em situações de estresse e conflito, desenvolver a comunicação não violenta e ter práticas de bem-estar como forma de evitar o estresse e o temido burnout.

Hoje você vai entender um pouco mais sobre a importância dessas práticas e vamos mostrar como uma empresa pode promover a Sustentabilidade Emocional. 

blank

O primeiro passo é olhar para dentro 

Um dos grandes desafios das empresas que querem aderir às práticas de Sustentabilidade Emocional é falar abertamente sobre saúde mental, já que este tema ainda é repleto de tabus. Neste processo é preciso fazer pesquisas e promover o debate entre colaboradores e lideranças, mostrando como é importante abordar o assunto. 

Ao realizar algumas pesquisas com os colaboradores sobre a experiência do home office, a Unilever descobriu em 2020 que havia dificuldades para organizar as agendas e dar conta das demandas pessoais e profissionais. Graças a isso, foi implementado o programa Regras de Ouro, que estabeleceu que não pode haver reuniões nos horários de almoço ou após as 18 horas nem nas tardes de sexta-feira, entre outras boas práticas. 

home office

Esse olhar para dentro da própria organização é muito importante e uma pesquisa realizada pela Ticket com mais de 1.500 profissionais corrobora com isso: os resultados revelam que 53% das companhias não incentivam práticas de descompressão ou se preocupam com a sustentabilidade emocional. 

Olhar para dentro permite que a organização não deixe que os cuidados aconteçam só quando os funcionários estão sendo afetados pelo estresse e pelo burnout, prevenindo que eles ocorram. 

Portanto, as empresas devem promover conscientização, prevenção e tratamento de doenças. Assim, as táticas de sustentabilidade emocional passam a integrar a cultura organizacional da empresa. 

Como promover Sustentabilidade Emocional para lideranças e colaboradores

A Sustentabilidade Emocional em uma empresa deve partir de uma relação saudável entre líder e liderados. Para isso, é necessário entender que lidar com pessoas é lidar também com suas emoções

Um exemplo disso são as causas citadas por muitos funcionários para situações de alto estresse ou burnout: tratamento injusto no trabalho, carga de trabalho não gerenciável, comunicação incerta dos gestores, falta de apoio do gestor e pressão.

A Sustentabilidade Emocional pode ser trabalhada por ações coordenadas pelos Recursos Humanos. Estas ações de desenvolvimento pessoal e de autoconhecimento têm um profundo impacto, promovendo gestão das emoções, motivação, empatia e conscientização da importância das soft skills. Para as lideranças, ainda vale ficar de olho em capacitações para manter o equilíbrio da equipe e para lidar bem com o stress e pressão do dia-a-dia.

Incentivar e promover atividades físicas e que visem fortalecer a saúde mental, valorizando o lazer e a descompressão são outras estratégias importantes neste processo de promoção da sustentabilidade emocional

Como as experiências podem ajudar na sustentabilidade emocional

É válido ressaltar que, para promover a Sustentabilidade Emocional, as organizações devem ir além de programas pontuais em meses específicos do ano, como janeiro branco e setembro amarelo. presente de boas vindas funcinárioA cultura de saúde mental deve ser trabalhada de forma sistêmica e duradoura, com ações estratégicas e de políticas organizacionais.

As práticas de saúde mental não precisam ocorrer exclusivamente dentro do local de trabalho ou nos horários de expediente.

Ampliar a visão e proporcionar momentos de descontração e cuidado com a saúde para os colaboradores é uma estratégia poderosa e eficaz.

Por isso, pensar em experiências que vão além do ambiente corporativo é uma forma interessante de cuidar do bem-estar, da saúde mental e fomentar a Sustentabilidade Emocional.

Ao apostar em experiências, o colaborador pode “desligar” por um tempo, cuidando da saúde do corpo e da mente ao viver momentos memoráveis.

equipe descansando

Um projeto de valorização da saúde mental e da Sustentabilidade Emocional feito de forma duradoura é garantia de produtividade e retenção de talentos, além do cuidado com a saúde dos colaboradores. 

Venha conhecer a Immaginare! Somos pioneiros em experiências para gerar motivação e bem-estar para os colaboradores.

Estaremos felizes em atender a sua empresa! Entre em contato conosco pelo email ou WhatsApp! 

Conheça o nosso trabalho!

Leave a Reply